ParanáPolícia

Homem cobrava até R$ 100 mil para comercializar animais exóticos

Uma arara ameaçada de extinção foi resgatada. O suspeito foi preso no Paraná

 Homem cobrava até R$ 100 mil para comercializar animais exóticos

Foto: SESP

Um homem que cobrava até 100 mil reais na venda de animais silvestres foi preso no Paraná. Durante a operação da Polícia Civil, realizada entre domingo (14) e esta segunda-feira (15), uma arara canindé, espécie ameaçada de extinção, foi resgatada.

A ação das equipes aconteceu em Campina Grande do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba. O homem era investigado por anunciar a venda de diversos animais silvestres, exóticos e domésticos em grupos do whatsapp.

Além de muitas espécies de aves e répteis, o indivíduo comercializava dromedários, lhamas, alpacas e jabutis para todo o Brasil.

Veja mais:

O delegado Guilherme Dias cita que o investigado utilizava um carro que anunciava a venda ilegal dos animais, com o sobrenome e o telefone do responsável.

O homem vai responder pelos crimes de tráfico de animal silvestre, maus-tratos e fraude processual.

Reportagem: Fred Fiandanese, com supervisão de Cleverson Bravo

Avatar

Frederico Machado

Homem invade casa e atira 16 vezes contra moradores

Homem invade casa e atira 16 vezes contra moradores

O caso aconteceu em Antonina no litoral do Paraná

Tenente-coronel bombeiro é investigado por assédio sexual contra subordinada

Tenente-coronel bombeiro é investigado por assédio sexual contra subordinada

De acordo com a denúncia do MP-PR, o caso aconteceu em Maringá, noroeste do Paraná

Mais de 300 toneladas de lixo são retiradas das praias

Mais de 300 toneladas de lixo são retiradas das praias

Limpeza foi feita em 48 quilômetros da orla de três balneários

Suspeito de furtar Banco Central de Fortaleza é preso

Suspeito de furtar Banco Central de Fortaleza é preso

Homem utilizava outra identidade e foi localizado em Londrina, no norte do Paraná