Juiz determina toque de recolher em Cantagalo

Moradores de Cantagalo, no Centro-Sul do Paraná, foram surpreendidos com um toque de recolher por determinação judicial. A decisão, do juiz eleitoral Brian Frank, decretou a medida em três municípios que compõem a comarca de Cantagalo. O toque de recolher foi instalado depois da morte de um coordenador de campanha do candidato a prefeito Jair Rocha (PR), ontem (quinta) à tarde. Emílio Gervásio foi assassinado a tiros próximo ao comitê de campanha do candidato.

A decisão do juiz estabelece que nenhum morador pode estar fora de casa no período entre as 22h e 5h, até o dia 2 de outubro. Para quem vive na cidade, a decisão, apesar de surpreender, não incomoda.

No despacho, o juiz, além de citar o homicídio, relata que os municípios possuem baixo efetivo policial e destacou que os ânimos “estão acirrados” em função das eleições. Por isso, a medida vem para trazer segurança aos moradores. Segundo a população, há poucos meses, o coordenador de campanha já havia sido vítima de um atentado.

A polícia não confirma se as investigações apontam para uma motivação política. Além de Cantagalo, o toque de recolher vale para os municípios de Virmond e Goioxim. Quem desobedecer a ordem está sujeito a prisão em flagrante.

Band News Curitiba - 96,3 FM

A BandNews Curitiba está na cidade desde 2006. A emissora caiu no gosto do curitibano e, atualmente, está entre as dez rádios mais ouvidas da cidade.

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

Adolescentes foram retirados do mar conscientes e passam bem