CuritibaGeral

Morre torcedor hospitalizado após confronto entre torcidas no Couto

Rapaz, diabético, teve pico de glicemia e faleceu no hospital, diz polícia

 Morre torcedor hospitalizado após confronto entre torcidas no Couto

Imagem: Reprodução

Um torcedor, de 25 anos, morreu enquanto torcidas organizadas entravam em confronto, no lado de fora do estádio Couto Pereira, ontem à noite (domingo, 12), no momento em que acontecia a partida entre Coritiba e Palmeiras, pelo Brasileirão. No entanto, segundo a Polícia Civil, o palmeirense não esteve envolvido nas agressões. O rapaz teria tido um pico de glicemia e, por ter diabetes, precisou ser socorrido. Imagens feitas por testemunhas mostram o jovem desacordado, passando por manobras de reanimação. Se trata de um torcedor, que teria viajado de São Paulo a Curitiba para acompanhar o jogo.

Devido ao estado em que ele se encontrava, algumas pessoas chegaram a acreditar que ele já estava morto. Entretanto, o rapaz foi levado com vida ao hospital.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o homem foi estabilizado e intubado antes de ser encaminhado ao Hospital Cajuru. Um torcedor que acompanhou a briga relata os momentos de atendimento médico à vítima.

A confusão teria iniciado após torcedores do Palmeiras terem tentado invadir a sede da torcida organizada do Coritiba, nas proximidades do Couto Pereira. Em imagens registradas por torcedores, integrantes da organizada do Coxa aparecem chutando um outro torcedor do Palmeiras, já desacordado.

A agressão só termina quando a cavalaria, da Polícia Militar, aparece.

A Polícia Militar usou gás de pimenta e bombas de efeito moral para conter as brigas. Torcedores dentro do estádio também passaram mal por causa do gás e, devido à confusão, a partida chegou a ser paralisada por seis minutos. Para fugir dos efeitos do spray, a torcida começou a transferir as crianças que estavam no local para o fosso que separa a arquibancada do gramado.

Em nota, a assessoria de imprensa do Hospital Cajuru confirmou a morte de Alan Henrique Araújo Domingues, mas, sem dar outros detalhes. Ainda de acordo com a Polícia Civil, Alan passou por diversos exames, que não constataram lesões no corpo. Portanto, a única provável causa da morte foi o pico de glicemia. A confirmação deve acontecer por meio de exames do Instituto Médico-Legal. A Delegacia Móvel de Atendimento ao Futebol e Eventos (Demafe) investiga este caso e as ocorrências de agressão, registradas quase que simultaneamente.

ATENÇÃO: VÍDEOS COM IMAGENS FORTES

Vídeo: Momento da briga entre torcedores
Vídeo: Torcedor foi reanimado no local mas não resistiu e morreu horas depois.

felipe.costa

Onça-pintada mais famosa de Curitiba morre aos 30 anos

Onça-pintada mais famosa de Curitiba morre aos 30 anos

Angélica foi atração no zoológico por 16 anos e faleceu por complicações de saúde

Confira as atrações desta sexta da 40ª Oficina de Música

Confira as atrações desta sexta da 40ª Oficina de Música

A atração principal, Os Gilson se apresentam no Guairão às 20 horas

Montagem para o carnaval altera o trajeto de 10 linhas

Montagem para o carnaval altera o trajeto de 10 linhas

A Marechal Deodoro ficará bloqueada na sexta e no final de semana

Curitiba reabre 8 mil vagas gratuitas para prática de esportes

Curitiba reabre 8 mil vagas gratuitas para prática de esportes

As aulas começam no dia 13 de fevereiro em 82 modalidades diferentes