CuritibaGeral

Motoristas e cobradores protestam contra atraso nos pagamentos

Setransp afirma que operadoras vão regularizar a situação

 Motoristas e cobradores protestam contra atraso nos pagamentos

Foto: SINDIMOC

Cerca de 50 trabalhadores do transporte coletivo de Curitiba realizaram um protesto devido ao atraso no pagamento dos salários. A manifestação aconteceu na tarde desta quinta-feira (28), em frente à Superintendência Regional do Trabalho no Paraná, no Centro. O Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus (Sindimoc) convocou uma audiência com o Sindicato das Empresas de Ônibus (Setransp) para debater o tema.

De acordo com o presidente do Sindimoc, Anderson Teixeira, alguns trabalhadores têm também férias atrasadas.

Questionado pela reportagem, o Setransp afirma que as empresas aguardam os repasses da Urbanização de Curitiba (Urbs) para que o pagamento aconteça no dia previsto. Já a Urbs, por meio de nota, diz que os pagamentos estão em dia até o dia 24 de abril. Após o protesto, uma das empresas regularizou a situação, segundo o presidente.

Ainda de acordo com a Urbs, o pagamento pendente é referente ao dia 27 de abril, no valor de R$ 2,44 milhões. A empresa afirma que depende que a Câmara Municipal aprove um projeto de suplementação orçamentária de R$ 174 milhões para realizar o pagamento. Isso porque o município está em déficit orçamentário, segundo a Prefeitura.

Vídeo: SINDIMOC

Reportagem: Larissa Biscaia.

felipe.costa

Ossadas são encontradas em casa de 300 cães resgatados

Ossadas são encontradas em casa de 300 cães resgatados

A Polícia Científica identificou um cemitério clandestino no local

Carrosséis e roda-gigante celebram os 330 anos de Curitiba

Carrosséis e roda-gigante celebram os 330 anos de Curitiba

As atrações serão gratuitas e a prefeitura ainda divulgará o cronograma de funcionamento

Feirão de emprego oferece mais de 700 vagas em SJP

Feirão de emprego oferece mais de 700 vagas em SJP

O multirão ocorre nesta segunda-feira (30) a partir das 9 horas

Governador autoriza progressão de 329 profissionais da PCPR

Governador autoriza progressão de 329 profissionais da PCPR

O avanço representa um incremento de R$ 174,8 mil por mês na remuneração dos policiais