No Dia Mundial do Refugiado, aplicativo abre cadastro para motoristas estrangeiros

(Foto: divulgação/99)

A partir de hoje (20), Dia Mundial do Refugiado, a 99 vai abrir uma plataforma para cadastro de motoristas estrangeiros. Segundo a empresa, o aplicativo foi aperfeiçoado com mecanismos para que imigrantes possam ser condutores parceiros. A 99 deve firmar colaboração com o Instituto Adus. A ONG auxilia pessoas em situação de refúgio a reconstruírem as vidas no Brasil.

Entre os projetos do Adus estão um curso de português, qualificação profissional e ações culturais. O aplicativo também oferece parcerias com locadoras de veículos para beneficiar os novos imigrantes. Condutores que já sejam parceiros ou que estejam interessados em se cadastrar poderão alugar carros a preços menores e ter direito a bônus especiais.

Segundo o coordenador de comunicação da 99, Raul Montenegro, o curitibano pode ficar tranquilo em relação aos condutores refugiados. A empresa, antes de habilitar o condutor, faz toda uma checagem sobre o histórico.

Segundo a empresa, a ação abre portas para recém-chegados no Brasil que ainda não possuam veículo. Eles vão poder alugar um carro economizando em manutenção e seguro, por exemplo. Para se cadastrar, os refugiados precisarão de um número de CPF e de uma Carteira Nacional de Habilitação com licença para exercer atividade remunerada (EAR) no Brasil.

Os documentos precisam ser obtidos com o governo brasileiro. Raul destaca que a expectativa de adesão é grande e será uma oportunidade de gerar renda aos refugiados.

A empresa ainda não tem uma estimativa do número de profissionais que devem aderir ao programa. Para mais informações, os interessados podem comparecer ao Centro de Atendimento e Treinamento da 99 em Curitiba, que fica na Rua Fernando Amaro, número 60, no bairro Alto da 15.