Polícia Civil investiga morte de mulher em suposto arrastão em ônibus

 Polícia Civil investiga morte de mulher em suposto arrastão em ônibus

Foto: colaboração/WhatsApp)

Foto: colaboração/WhatsApp)

A Polícia Civil tenta identificar e localizar os três assaltantes que participaram de um arrastão, no último fim de semana, em um ônibus da linha Curitiba/Campo Magro. O crime resultou na morte de uma passageira e de um dos envolvidos no assalto. O caso aconteceu no sábado à noite, na Estrada do Cerne.

Quatro homens armados anunciaram o assalto, mas foram surpreendidos por um policial militar aposentado, armado e que usava um colete à prova de balas. Na troca de tiros Larissa Morgana Ferreira, 24 anos, que estava a caminho de casa, foi baleada e, mais tarde, morreu na ambulância. Pelo menos outras duas mulheres também ficaram feridas e foram encaminhadas ao hospital.

Foto: colaboração/WhatsApp)

O PM foi baleado de raspão na cabeça e na mão, além de ter sido atingido no peito e na barriga – as balas ficaram alojadas no colete balístico. Um segundo assaltante teria sido baleado e foi socorrido pelos comparsas. É o que explica o delegado Tito Lívio Barichello, de Almirante Tamandaré.

Uma perícia deve apurar de onde saiu a bala que matou Larissa. Se ficar provado que o tiro foi efetuado pelo policial, ele também pode ser responsabilizado.

Internamente, a Polícia Militar abriu um procedimento administrativo para investigar o PM da reserva. Além do contexto que levou ao tiroteio, o policial terá que explicar por que estava com duas armas e um colete à prova de balas no momento.

Band News Curitiba - 96,3 FM

A BandNews Curitiba está na cidade desde 2006. A emissora caiu no gosto do curitibano e, atualmente, está entre as dez rádios mais ouvidas da cidade.

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

Adolescentes foram retirados do mar conscientes e passam bem

Polícia Civil prende dois suspeitos de estelionato 

Polícia Civil prende dois suspeitos de estelionato 

A polícia também apreendeu um veículo e outros objetos

Tarifa de ônibus de Curitiba pode ser paga com cartão, relógios inteligentes ou smartphones

Tarifa de ônibus de Curitiba pode ser paga com cartão, relógios inteligentes ou smartphones

Para efetuar o pagamento, basta aproximar o cartão ou o celular, sem necessidade de senha.