Porteiros vão realizar protesto em frente a outro prédio em Curitiba

Porteiros, serventes e zeladores de Curitiba devem protestar em frente a um importante prédio da capital amanhã. A manifestação vai ser semelhante a que ocorreu hoje em frente ao edifício Asa, na praça Osório. De acordo com denúncias recebidas pela BandNewsFM os grevistas, que estão paralisados há quase 3 semanas, impediram a entrada de pessoas no prédio. O advogado Anderson de Oliveira contou que eles bloquearam elevadores e escadas. Apesar da denúncia, o presidente do Sindicom, sindicato que representa a categoria, Hélio Rodrigues da Silva, nega que houve bloqueio por parte dos manifestantes. O presidente afirma que o objetivo de realizar manifestações desse tipo é buscar, mais uma vez, negociação com o sindicato patronal. Ele não quis informar em qual local vão acontecer as novas reivindicações. Hélio Silva ainda afirma que o sindicato pretende entrar na justiça para cobrar aumento de salários, já que os representantes dos patrões anunciaram que não vão mais buscar a negociação. Os trabalhadores pedem um reajuste de 15%. O presidente afirma que os salários dos porteiros, zeladores e serventes de Curitiba é o menor do Paraná. De acordo com ele, desde outubro de 2010 não há aumento salarial.

Band News Curitiba - 96,3 FM

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

Adolescentes foram retirados do mar conscientes e passam bem

Saldo da balança comercial paranaense fica negativa em fevereiro

Saldo da balança comercial paranaense fica negativa em fevereiro

Apesar do crescimento de 37% nas vendas para o exterior, em comparação com fevereiro de

Covid-19: Curitiba confirma mais 471 novos casos e quatro mortes

Covid-19: Curitiba confirma mais 471 novos casos e quatro mortes

Curitiba registrou mais 471 novos casos e quatro mortes pela Covid-19, nesta quinta-feira (10). Um