Prazo para matrículas na rede municipal encerra dia 21 de Dezembro

Foto: Cesar Brustolin/SMCS (arquivo)

Começou hoje (6) o período de matrículas de crianças na rede municipal de ensino de Curitiba para o ano letivo de 2019. As inscrições são para estudantes que não pertencem à rede e que vão migrar de escolas particulares, do Estado ou transferidos de outras cidades para turmas de educação infantil, do 1º ao 9º ano do ensino fundamental. Os responsáveis devem procurar a escola mais próxima de casa até o dia 21 de dezembro. Para quem tem filhos de 0 a 3 anos, a solicitação de vaga pode ser feita a qualquer momento, no Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) mais próximo da residência. As novas matrículas para essa faixa etária serão feitas em 2019. Os estudantes atendidos na rede municipal já foram rematriculados.

Para quem precisa fazer uma transferência entre escolas, a orientação é verificar se a nova unidade de ensino pretendida tem vaga disponível. Segundo a Secretaria Municipal de Ensino, não há déficit de vagas para as crianças da rede, mas nem sempre existe disponibilidade exatamente no local onde os pais gostariam de matricular a criança. É o caso da filha do motorista Leandro Souza da Silva. A família mudou de bairro e gostaria de matricular a criança em uma escola mais próxima ao novo endereço.

Para isso, a mãe da menina passou a noite em uma fila na tentativa de garantir uma vaga. Eles já tinham tentado uma transferência no ano passado, sem sucesso.

Mesmo assim, não foi possível fazer a transferência da garota, porque a nova escola não tinha vagas abertas. A diretora do departamento de planejamento, estrutura e informações da Secretaria Municipal de Educação, Beth Dubas, explica que o sistema direciona as crianças para as escolas mais próximas de casa.

Por isso, antes de pedir a transferência é preciso verificar se a escola tem ou não vagas disponíveis. No caso da filha de Leandro, a escola atual fica a cerca de 10 quilômetros de distância do novo endereço da família. Além disso, o atendimento é em período integral. A orientação nesse caso é verificar junto ao Núcleo Regional de Educação qual escola mais próxima além daquela que a família tentou tem vaga disponível.

Até o momento, cerca de 130 mil crianças já foram cadastradas no sistema da rede municipal de ensino de Curitiba para atendimento em 2019.

Reportagem: Ana Flavia Silva

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*