Presidente do Paraná Clube é reeleito novo mandato de três anos

(Foto: divulgação/Paraná Clube)

O presidente Leonardo de Oliveira foi reconduzido ao comando do Conselho Gestor do Paraná Clube, nesta terça-feira (25), para um novo mandato de três anos. A chapa Consolidação Tricolor foi eleita com mais de 78% dos votos válidos. O atual presidente foi o único a registrar candidatura. Dos 260 sócios que compareceram às urnas, 204 votaram na chapa reeleita. Foram 15 votos em branco e 41 nulos.

Após a apuração, o presidente do Paraná lamentou a ausência de uma oposição e o que ele chamou de ‘divergência de ideias velada’.

Há seis meses, o presidente reeleito acumula a função de administrador judicial das dívidas do Paraná com a Justiça do Trabalho. Para ter dedicação exclusiva, Oliveira recebe 25 mil reais de salário. O presidente confirmou que o clube vai pedir a renovação do acordo judicial. Até que todos os débitos sejam quitados, 20% das receitas do clube vão obrigatoriamente para cobrir as dívidas.

Nesta semana, foi publicada a Medida Provisória que cede imóveis da União, ocupados pelos clubes, antes de outubro de 1988. A MP alcança o terreno da Vila Capanema. A partir de agora, o Paraná vai ter a posse por trinta anos, renováveis pelo mesmo período. O presidente não descarta a construção de um novo estádio.

O Conselho executivo do Paraná é composto pelo presidente, dois vices, um gestor financeiro e um superintendente geral. Além do presidente reeleito, Oliveiros Machado Neto também está na atual gestão e foi reconduzido ao cargo de superintendente. Ainda foram eleitos os vices Jefferson Huyer Klippel e Jamil Afonso Thomaz, além do gestor financeiro Fernando Geraldi. A chapa assume para o triênio 2018/2021.

Reportagem: Cleverson Bravo

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*