Primeiras semanas de agosto têm cinco vezes mais volume de chuva do que o mês de julho inteiro em Curitiba

 Primeiras semanas de agosto têm cinco vezes mais volume de chuva do que o mês de julho inteiro em Curitiba

(Foto: divulgação/Unsplash)

Nos primeiros 16 dias de agosto já choveu quase todo volume previsto para o mês inteiro em Curitiba. Desde o dia primeiro até a manhã desta segunda-feira (16), a cidade acumulava 77,4 mm de precipitação – enquanto a média histórica para o mês é de 81mm. O índice representa também cinco vezes mais do que todo o volume acumulado de julho, que teve apenas 14,6 mm de chuva. Houve queda de granizo em diversos pontos da região metropolitana e incidência de raios. A Defesa Civil de Curitiba forneceu lona plástica para cobrir três casas nos bairros Cajuru e Cidade Industrial. Equipes da Guarda Municipal fizeram a remoção de uma pessoa acamada de uma casa em iminência de alagamento. Equipes da Prefeitura foram mobilizadas para prestar atendimento à família.

A instabilidade estava prevista para este fim de semana, mas não com tanta intensidade.

O meteorologista Reinaldo Kneib destaca que as condições atmosféricas indicavam a redução das tempestades na região, mas áreas de umidade e calor se deslocaram em direção ao Paraná e trouxeram as chuvas fortes com elas.

É também essa combinação que resulta na formação dos granizos. As pedras de gelo se formam em nuvens com uma extensão vertical grande, chamadas de cumulonimbus, que têm temperatura abaixo de zero. Por isso o gelo se forma.

Nos próximos dias, no entanto, a chuva deve dar uma trégua. Ainda há condição de pancadas isoladas no sudoeste e centro-sul paranaense, especialmente a partir da tarde, mas as temperaturas começam a subir. Até quinta-feira (19) Curitiba deve alcançar 29 graus. 

Reportagem: Ana Flavia Silva

Band News Curitiba - 96,3 FM

A BandNews Curitiba está na cidade desde 2006. A emissora caiu no gosto do curitibano e, atualmente, está entre as dez rádios mais ouvidas da cidade.