Processos ambientais no IAP esperam até 10 anos por julgamento

 Processos ambientais no IAP esperam até 10 anos por julgamento

O Instituto Ambiental do Paraná tem em torno de 200 milhões de reais em multas de processos que ainda não foram julgados. São ações de crimes ambientais, como caça ilegal e corte de mata, que estão paradas. Há processos que aguardam até 10 anos para o julgamento, o que tem sido questionado pelo Tribunal de Contas do Paraná. Para tentar minimizar o problema, o IAP faz uma série de mutirões no estado. Na última semana, o litoral do Paraná recebeu funcionários extras, que fizeram uma força tarefa para julgar 160 processos de crimes ambientais que somam um milhão e 400 mil reais em multas. O presidente do instituto, Luiz Tarcísio Mossato Pinto, reconhece que o IAP tem um acúmulo de processos.

Ele explica que muitas empresas ficam impedidas de expandir por causa da demora na tramitação dos processos ambientais.

O mesmo mutirão que foi feito no litoral também vai ocorrer em Maringá, no noroeste do estado.Por ano, 26 mil processos são abertos no IAP tanto de pessoas e empresas que precisam de uma licença ambiental, quanto de autuações das fiscalizações que o órgão faz. O dinheiro das multas vai para Fundo Estadual de Meio Ambiente que financia projetos de proteção ambiental.

Band News Curitiba - 96,3 FM

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

Adolescentes foram retirados do mar conscientes e passam bem

Saldo da balança comercial paranaense fica negativa em fevereiro

Saldo da balança comercial paranaense fica negativa em fevereiro

Apesar do crescimento de 37% nas vendas para o exterior, em comparação com fevereiro de

Covid-19: Curitiba confirma mais 471 novos casos e quatro mortes

Covid-19: Curitiba confirma mais 471 novos casos e quatro mortes

Curitiba registrou mais 471 novos casos e quatro mortes pela Covid-19, nesta quinta-feira (10). Um