Protesto termina com ônibus incendiado no Prado Velho

 Protesto termina com ônibus incendiado no Prado Velho
Foto: colaboração

Um protesto contra uma abordagem policial que teria provocado uma morte terminou com um ônibus incendiado no Prado Velho, na região da Vila Torres. A confusão aconteceu no início da noite de ontem (segunda-feira, 8) próximo a um dos portões da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR).

Segundo a Polícia Militar (PM), horas antes da manifestação, houve uma abordagem a um grupo que circulava pelo bairro. Houve confronto e um homem 25 anos foi morto, porque segundo a polícia, ele teria sacado uma arma e apontado para os agentes.

O tenente Mateus Ferreira da PM conta que duas horas depois da ocorrência, cerca de 20 moradores iniciaram a manifestação.

Com a confusão, o tráfego chegou a ser interrompido no local. Ninguém ficou ferido. De acordo com a polícia, os manifestantes não foram identificados. O capitão Alexis Iverson Martins, do Corpo dos Bombeiros, afirmou que o fogo foi controlado minutos após a chegada dos brigadistas.

Em nota, a Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) informou que adotou o protocolo de segurança, e que, imediatamente isolou a área próxima da manifestação para proteger a integridade dos estudantes e colaboradores, orientando a saírem por outros acessos da Universidade. Já o Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba (Setransp) repudiou o incêndio, que chamou de criminoso e disse que acompanha o caso.

Além disso, a entidade afirmou que entrou em contato com a Urbs e os órgãos de segurança para que esse tipo de ato seja coibido e os culpados, punidos. Procurada pela reportagem, a Urbs preferiu não se manifestar.

Reportagem: Leonardo Gomes

Vídeo: colaboração

Band News Curitiba - 96,3 FM

A BandNews Curitiba está na cidade desde 2006. A emissora caiu no gosto do curitibano e, atualmente, está entre as dez rádios mais ouvidas da cidade.

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

Adolescentes foram retirados do mar conscientes e passam bem