Quatro jogadores paranaenses estão entre os sobreviventes do incêndio no centro de treinamento do Flamengo

Naydjel Callebe e Pablo Ruan (foto: reprodução)

Quatro jovens atletas paranaenses sobreviveram ao incêndio no centro de treinamento do Flamengo, no Rio de Janeiro. Naydjel Callebe, de Marechal Cândido Rondon; Pablo Ruan, de Londrina; Juninho Brandão, também londrinense e João Gasparin, de Curitiba, estavam no local e escaparam com vida. Outros três jogadores, dos dez que morreram no incêndio, tiveram passagem pelo futebol paranaense.


Vitor Isaías, Bernardo Pisetta e Gedson dos Santos (Foto: reprodução)

O atacante Vitor Isaías, de 14 anos, era catarinense e passou pelo Trieste, clube de futebol amador de Curitiba, e no Athletico. O garoto foi contratado pelo Flamengo no segundo semestre do ano passado.

O também catarinense, Bernardo Pisetta, tinha 15 anos era goleiro e também jogou pelo Trieste e pelo Athletico até ano passado, quando estreou na base flamenguista no mês de agosto.

O meia-atacante Gedson dos Santos tinha 14 anos e estava no centro de treinamento do Flamengo há somente dois dias. Ele era natural de Itararé, na divisa de São Paulo com o Paraná. Gedinho, como era chamado, também passou pelo Trieste e deixou o Athletico em dezembro.

Nas redes sociais os clubes paranaenses lamentaram profundamente a tragédia e prestam solidariedade as famílias das vítimas.

Sobrevivente

O jogador Pablo Ruan, de 16 anos, é de Londrina, no norte de Paraná, e se salvou da tragédia no centro de treinamentos do Flamengo pelo alerta de um amigo. O garoto estava na equipe carioca desde setembro do ano passado e treina na equipe sub-16. Ele dormia no alojamento onde o fogo começou, e se salvou porque um amigo o acordou.

De acordo com o dirigente da Portuguesa Londrinense, Edson Moretti, time onde o atleta foi revelado, conta que Pablo pulou uma janela para se salvar.

Pablo está no Rio de Janeiro e sua situação foi informada pela equipe do Flamengo à família que mora em Londrina. A mãe dele deve ir até a cidade para buscar o menino, que recebe apoio psicológico do clube carioca. Pablo Ruan está no Flamengo desde o ano passado, após passar por um período de testes e ser aprovado. Ele estava de férias em Londrina até o último dia 3, quando voltou para o Flamengo.

Reportagem: Juliana Goss/ Alexandra Fernandes

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*