Reforma com material antichamas impediu que incêndio se alastrasse em restaurante no Barigui

(Foto: Narley Resende/BandNews Curitiba)

Os proprietários do restaurante Maggiore, que fica dentro do Parque Barigui, em Curitiba, esperam reabrir o estabelecimento nas próximas semanas. Um incêndio atingiu uma ala do restaurante ontem (05), por volta das 19h15, e foi controlado duas horas depois.

De acordo com os proprietários, uma reforma feita em 2016 utilizou forro e tinta antichamas nos salões. Segundo os bombeiros, isso impediu que o fogo se alastrasse. Em laudo preliminar, a Comissão de Segurança de Edificações e Imóveis, a Cosedi, apontou que uma pane elétrica no telhado foi responsável pelo início do incêndio.

O engenheiro civil Marcelo Solera, do Cosed, afirma que o laudo final deve apontar a causa com precisão.

O imóvel pertence à Urbs, que “aluga o espaço à empresa privada, que é responsável pela administração do local”. O restaurante tem seguro e todos danos foram cobertos pela apólice. Três casamentos que ocorreriam neste fim de semana foram transferidos.

Os proprietários, que não quiseram gravar entrevista, contaram que outros donos de restaurantes e espaços de eventos cederam locais e ofereceram ajuda para reorganizar os casamentos. Familiares de noivos estiveram no local para resgatar objetos, inclusive fotos de um casal, que estavam no restaurante. Não houve danos aos bens dos clientes. Os músicos de um dos casamentos, que também ficaram preocupados, conseguiram recuperar equipamentos sem danos.

Moradores da região e frequentadores do parque registraram o incêndio em vídeos que circulam na internet. O fogo pôde ser visto em um raio de três quilômetros. Cinco viaturas dos bombeiros foram utilizadas. Ninguém ficou ferido.

Reportagem: Narley Resende

(Foto: Narley Resende/BandNews Curitiba)

(Foto: Narley Resende/BandNews Curitiba)

(Foto: Narley Resende/BandNews Curitiba)

(Foto: Narley Resende/BandNews Curitiba)

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*