Política

Sérgio Moro intima testemunhas de defesa em processo que investiga compra de apartamento vizinho ao de Lula

 Sérgio Moro intima testemunhas de defesa em processo que investiga compra de apartamento vizinho ao de Lula
(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O juiz Sérgio Moro começou a intimar as testemunhas de defesa da segunda ação penal em que o ex-presidente Lula é réu na operação Lava Jato. A denúncia envolve a compra de um terreno para a construção da nova sede do Instituto Lula e um imóvel vizinho ao apartamento do ex-presidente, em São Bernardo do Campo, São Paulo. Nesta ação, o petista responde pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Até o momento, são 113 pessoas que devem depor em favor dos oito acusados. Só os advogados de Lula indicaram 87 testemunhas de defesa no processo. O número foi considerado bastante exagerado pelo juiz Sérgio Moro, no entanto, ele aceitou ouvir todas as pessoas indicadas pelos advogados para evitar “alegações de cerceamento de defesa”.

O magistrado chegou a exigir a presença do réu em todos os depoimentos, mas a determinação foi derrubada no Tribunal Regional Federal, pelo juiz Nivaldo Brunonni, que substitui o desembargador João Pedro Gebran Neto, que está em férias. Os depoimentos de testemunhas de acusação começaram no dia 08 de maio e terminam no dia 25. Já as audiências de testemunhas de defesa estão previstas para começar no dia 07 de junho e seguem até pelo menos metade de julho. No processo em questão, Lula é acusado de gerenciar uma sofisticada estrutura ilícita para captação de apoio parlamentar, assentada na distribuição de cargos públicos. É investigada a compra de um terreno, pela Odebrecht, que seria destinado à construção de uma nova sede para o Instituto Lula. O terreno custou R$ 12,4 mi. Também é investigada a compra de um apartamento vizinho ao local onde o ex-presidente mora, em São Bernardo do Campo (SP), por 504 mil reais.

Neste contexto, a propina distribuída pela Odebrecht chega a R$ 73 milhões. O dinheiro ilícito beneficiou partidos e políticos – principalmente do PMDB, PP e PT.

A ação tem, ao todo, oito réus. Também respondem criminalmente o ex-ministro Antônio Palocci e o empresário Marcelo Odebrecht.

Band News Curitiba - 96,3 FM

A BandNews Curitiba está na cidade desde 2006. A emissora caiu no gosto do curitibano e, atualmente, está entre as dez rádios mais ouvidas da cidade.

Curitiba: recomposição salarial de servidores segue para sanção

Curitiba: recomposição salarial de servidores segue para sanção

Vereadores aprovaram reajuste de 7,17%, com base à inflação dos últimos 12 meses

Alep aprova aumento do ICMS no Paraná

Alep aprova aumento do ICMS no Paraná

Segundo o texto, a alíquota modal do tributo deve passar de 18% para 19%

Aumento do ICMS é votado nesta terça (29) na Alep

Aumento do ICMS é votado nesta terça (29) na Alep

Proposta deve aumentar em R$ 1,1 bilhão a arrecadação do Estado

Deputados votam criação de 493 cargos e aumento do ICMS

Deputados votam criação de 493 cargos e aumento do ICMS

Projetos fazem parte de pacote enviado pelo governador Ratinho Junior (PSD) à Casa