CuritibaServiços

SIM Swap: entenda o golpe da portabilidade de telefone

Criminosos roubam o número de telefone da vítima e, assim, conseguem acesso às redes sociais

 SIM Swap: entenda o golpe da portabilidade de telefone

Imagem ilustrativa/Unsplash

Um novo tipo de golpe online usa o nome de influenciadores digitais para tirar dinheiro dos seguidores pelas redes sociais. Para isso, os criminosos fazem até a portabilidade do número de telefone da vítima e, assim, conseguem acesso a todos os contatos dela. Khauana Pacheco tem 143 mil seguidores no Instagram e compartilha a rotina de mãe, além de dicas de beleza. Ela teve o perfil invadido e os criminosos ofereceram aos seguidores falsos investimentos com a promessa de retornos financeiros imediatos.

O mesmo aconteceu com Amanda Albuquerque, que tem 285 mil seguidores no Instagram. Sem saber, ela teve o número do celular transferido para outra operadora e teve as redes sociais invadidas.

Como garantir a segurança das contas nas redes sociais

Para garantir a segurança dos perfis nas redes, os especialistas recomendam a chamada “autenticação de dois fatores”. Dessa forma, para trocar a senha da conta ou acessá-la de outro dispositivo o usuário recebe um código para validar o acesso. Normalmente, esse código é enviado pelo WhatsApp, SMS ou e-mail. No entanto, ao fazerem a portabilidade do número da vítima, os criminosos conseguem esse acesso e, assim, trocam as senhas.

Segundo o delegado Tiago Pereira Lima, do Núcleo de Combate aos crimes Cibernéticos, a suspeita é de que a quadrilha tenha integrantes dentro das operadoras de telefone.

A orientação para se prevenir é utilizar aplicativos de autenticação. Assim, os códigos são enviados para um aplicativo no próprio celular. Ou seja: mesmo que o número seja roubado, oscriminosos não terão acesso aos códigos que são gerados pelo app. É o que explica o especialista em negócios digitais Arthur Ozassa.

Para recuperar os acessos, as vítimas precisam pedir a portabilidade novamente e, nos dois casos, elas precisaram fazer reconhecimento facial para comprovar a identidade.

O que diz a operadora

As duas influenciadoras são clientes da TIM, que afirma adotar “protocolos rígidos de segurança que são revisados constantemente para evitar ações indevidas nas linhas”. A operadora orienta o usuário a bloquear o chip e o aparelho caso suspeite de extravio do número.

Reportagem: Ana Flavia Silva

Avatar

ana.flavia

77 novos casos de dengue são confirmados em Curitiba 

77 novos casos de dengue são confirmados em Curitiba 

Em 2024, são 426 casos confirmados na capital paranaense

Camomila de Mandirituba ganha indicação geográfica

Camomila de Mandirituba ganha indicação geográfica

Erva desidratada produzida no município foi reconhecida pelo INPI, na modalidade de Indicação de Procedência.

MON ganha nova exposição nesta quinta-feira (29)

MON ganha nova exposição nesta quinta-feira (29)

"Antes e agora, longe e aqui dentro” traz um diálogo com o acervo do museu

Grande Prêmio Curitiba de Ciclismo ocorre em março

Grande Prêmio Curitiba de Ciclismo ocorre em março

Parque Náutico vai sediar a 34ª edição da competição; inscrições vão até dia 11/3