CuritibaGeral

Suspeito de atirar em posto pode responder por homicídio qualificado

Defesa alega que policial federal sofreu um surto psicótico

 Suspeito de atirar em posto pode responder por homicídio qualificado

Imagem: Divulgação/PCPR

O policial federal suspeito de matar um homem e ferir outras três pessoas em Curitiba pode responder por homicídio qualificado. Novas imagens de câmeras de segurança do posto de combustíveis foram colhidas pela polícia e indicam que Ronaldo Massuia atirou deliberadamente sem dar tempo de resposta às vítimas. Segundo a defesa do policial, Ronaldo sofreu um surto psicótico, devido ao quadro profundo de depressão que vem enfrentando.

Para o delegado Tito Barichello, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa, apesar do inquérito ainda estar no início, provas materiais e depoimentos corroboram para um crime qualificado.

Nas imagens, de ângulos diferentes, Ronaldo aparece discutindo com clientes e funcionários. O policial leva um soco, é empurrado e expulso da loja. Segundo testemunhas, ele estava com sinais de embriaguez e provocava o segurança do local. Na sequência, Ronaldo quebra a porta de vidro da loja a tiros. Clientes correm e tentam se proteger. Ao entrar ele segue disparando contra os clientes.

Em primeiro depoimento à polícia, logo após ser preso, Ronaldo Massuia alegou legítima defesa e afirmou estar abalado com toda a situação.

Ronaldo é suspeito de balear quatro pessoas, entre elas André Muniz Fritoli, de 32 anos, que não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Uma das pessoas feridas é uma motorista de aplicativo. Ela foi atingida no peito, perna e no abdômen e está internada no Hospital Cajuru.

Em um áudio enviado a colegas, ela afirmou que passa bem.

Em nota, o hospital informou que a paciente, que não teve o nome revelado, está estável mas ainda sem previsão de alta.

Procurada pela reportagem, a defesa do policial reforçou, em nota, que o homem passa por um profundo quadro de depressão e que se solidariza, principalmente pela perda de uma vida e pelas outras três vítimas feridas. Por fim, a defesa disse que irá aguardar o avanço das investigações para se manifestar sobre maiores detalhes do caso.

Vídeo: Divulgação/PCPR
Vídeo: Divulgação/PCPR

Reportagem: Leonardo Gomes.

felipe.costa

Nota Curitibana sorteia R$ 20 mil e R$ 50 mil

Nota Curitibana sorteia R$ 20 mil e R$ 50 mil

Além disso, foram sorteados 15 mil bilhetes que vão receber R$ 10 cada um

Curitiba bate recorde com 9 dias sem mortes por covid-19

Curitiba bate recorde com 9 dias sem mortes por covid-19

Os dados são do Painel Covid, da Secretaria Municipal da Saúde

Casinha de cachorro é devolvida em São José dos Pinhais

Casinha de cachorro é devolvida em São José dos Pinhais

A casinha serve de abrigo para dois cachorros que foram adotados por moradores do bairro