Doentes renais crônicos ou transplantados podem ter atendimento prioritário

Foto: Sandro Nascimento/Alep

Pessoas com doença renal crônica ou transplantadas podem ter atendimento prioritário em serviços públicos e privados no Paraná. Os deputados estaduais aprovaram, em primeira discussão, um projeto de lei que prevê o benefício. O texto determina que doentes renais crônicos e transplantados, devidamente comprovados, não enfrentem filas comuns em agências bancárias, supermercados, lotéricas, serviços de saúde, entre outros.

Atualmente a prioridade é para pessoas com 60 anos ou mais, deficientes físicos, gestantes e pessoas com crianças de colo. Caso seja aprovado em segunda discussão, o texto segue para análise da governadora Cida Borghetti, que pode vetar ou sancionar a proposta.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*