MP propõe ação contra 9 vereadores de São Miguel do Iguaçu

O Ministério Público do Paraná propôs uma ação civil pública contra nove vereadores e onze funcionários da Câmara Municipal de São Miguel do Iguaçu, no oeste do estado. Eles são acusados de receber vantagens indevidas no pagamento de diárias para viagens a cidades do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Distrito Federal. A ação do MP pede ressarcimento de dano ao patrimônio público, a indisponibilidade dos bens e condenação por ato de improbidade administrativa. Os danos causados ao patrimônio do município chegam a cinco milhões de reais.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*