Oposição questiona contratação de empresas para vistoriar rodovias

A oposição na Assembleia Legislativa do Paraná questiona a contratação de empresas privadas para vistoriar as rodovias pedagiadas do estado. O governo contratou 11 empresas que a partir do mês que vem vão fiscalizar a qualidade das estradas, a sinalização, o andamento das obras e o atendimento aos usuários. A oposição na Assembleia protocolou hoje um pedido de informações para saber detalhes dos contratos. Para o líder da bancada, deputado Elton Welter, do PT, a fiscalização deveria ser feita pelo próprio estado. O gasto total com o serviço, que vai durar um ano e meio, será de 17 milhões de reais. A verba vem das próprias concessionárias que repassam um milhão e 600 mil reais por mês ao Departamento de Estradas e Rodagem do Paraná. O líder do governo na Casa, deputado Ademar Traiano (PSDB), afirma que o DER não tem estrutura para fazer a fiscalização das rodovias pedagiadas e por isso vai terceirizar o serviço. O pedido de informações da oposição só deve ser votado amanhã. A orientação da bancada que apóia o governador Beto Richa será de derrubar a solicitação.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*