Prefeituras restringem serviços para economizar insumos

(Foto: divulgação/Prefeitura de Ponta Grossa)

A falta de combustíveis em várias regiões do Paraná tem obrigado prefeituras a suspender alguns serviços. A Secretaria Municipal de Saúde de Ponta Grossa, nos Campos Gerais, cancelou procedimentos eletivos, que não considerados urgentes, no Hospital Municipal Amadeu Puppi. É o caso de atendimentos previamente agendados no ambulatório do Pronto Atendimento e no Centro Cirúrgico do Hospital. As Unidades Básicas de Saúde do município também não vão fazer coletas de exames.

As medidas, segundo a prefeitura, procuram economizar insumos, especialmente oxigênio, uma vez que o caminhão de abastecimento tem enfrentado dificuldade de ultrapassar as barreiras montadas por manifestantes nas estradas. A Prefeitura de Londrina, no Norte do Paraná, anunciou um Plano de Contingência, que limita a circulação dos veículos da administração municipal apenas em casos de urgência ou extrema necessidade. A intenção é priorizar serviços essenciais, como os da Saúde e da Segurança.

A prefeitura consome, em média, 40 mil litros de combustível por mês. A Guarda Municipal de Londrina está com a frota abastecida, com combustível suficiente para os próximos cinco dias. Segundo a Prefeitura, o transporte escolar rural tem suprimento para atender as crianças da rede até esta sexta-feira (25). Na área da Saúde, o município está buscando atender com prioridade os serviços assistenciais. A prefeitura informa ter uma reserva de 1.500 litros óleo diesel, suficientes para abastecer as sete ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) nos próximos dez dias.

A governadora Cida Borghetti determinou nesta quinta-feira (24) que o uso de veículos da frota estadual seja restringido e que seja dada prioridade de abastecimento para ambulâncias, viaturas das polícias e corpo de bombeiros. Os veículos que não têm funções essenciais devem permanecer nos pátios, e qualquer liberação emergencial deve ser feita com autorização expressa da Direção Geral do órgão solicitante.

A Secretaria de Estado da Saúde e a Defesa Civil do Paraná estão fazendo um monitoramento conjunto para garantir que ambulâncias dos serviços de urgência e emergência não sejam prejudicados pela paralisação dos caminhoneiros. A Secretaria de Estado do Esporte e do Turismo decidiu adiar as 14 regionais dos Jogos Escolares do Paraná (JEPS), que teriam início entre esta sexta e segunda-feira (25 e 28). A previsão é de que os jogos sejam realizados entre os dias 31 de maio e 6 de junho.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*