Projeto que obriga palestras de prevenção às drogas é adiado por 5 sessões na Câmara

O projeto de lei que cria a obrigatoriedade de realização de palestras de prevenção às drogas em escolas de ensino fundamental de Curitiba foi adiado por cinco sessões na Câmara Municipal. Segundo o autor da proposta, vereador Jair Cesar, o projeto está com um problema de nomenclatura que precisa ser corrigido e por isso a proposta foi adiada.

O programa tem a finalidade preventiva e pretende que sejam firmadas parcerias das escolas com a Coordenadoria Estadual Antidrogas e com os conselhos municipal e estadual da área.

O projeto também prevê a obrigatoriedade de palestras contra DST/AIDS e também entorpecentes.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*