PolíticaGeral

Mesa diretora se reúne para debater caso Maria Letícia

Colegiado pode arquivar ou encaminhar processo para o Conselho de Ética

 Mesa diretora se reúne para debater caso Maria Letícia

Foto: CMC

A mesa diretora da Câmara de Curitiba divulga na segunda-feira (22) se arquiva ou encaminha o caso de Maria Letícia (PV) para o Conselho de Ética. O colegiado se reuniu nesta sexta-feira (19) pela manhã para debater o assunto. Integram a mesa os vereadores Marcelo Fachinello (Pode), Osias Moraes (Republicanos), Tito Zeglin (PDT), Mauro Ignácio (União), Mauro Bobato (Podemos) e Leonidas Dias (Solidariedade). Maria Letícia também faz parte, é a 2ª secretária, mas como é alvo do relatório não vai participar do encontro.

Veja mais:

Ela é ré na Justiça por embriaguez ao volante e desacato. Em novembro de 2023 ela bateu o carro que dirigia em um veículo estacionado, no Centro de Curitiba. Segundo a Polícia Militar, ela tinha sinais de embriaguez. No começo desta semana o corregedor Ezequias Barros (PMB) sugeriu no parecer punições leves como restrições de fala em plenário ou suspensão temporária. Ele descartou a cassação de mandato.

Para a análise do caso, o corregedor contou com um laudo médico elaborado a pedido da própria vereadora que reafirmou que ela sofre de neuromielite óptica, uma doença autoimune diagnosticada em 2015. Para o tratamento ela utiliza vários remédios, inclusive, à base de cannabis e que podem causar diversos efeitos colaterais como tontura e falta de equilíbrio. No documento, que tivemos acesso à íntegra, é destacado que os medicamentos podem oferecer graves riscos ao trânsito quando um paciente dirige após ingeri-los. Apesar disso, o professor de direito penal da UFPR, Francisco Monteiro Rocha, explica que em teoria não há crime assumir a direção de um carro nessas condições.

Além do crime de embriaguez ao volante, Maria Letícia é ré por desacato. Em depoimento, os policiais que atenderam a ocorrência do acidente afirmaram que a vereadora os ofendeu e tentou dar uma “carteirada” em uma tentativa de se livrar da abordagem. O parecer médico contratado pela parlamentar usa o tratamento da neuromielite óptica como explicação para o comportamento dela após o acidente. No documento, o argumento é que “os sintomas apresentados […] são consistentes com os efeitos colaterais e interação dos medicamentos prescritos”, além disso, o texto afirma que com a batida Maria Letícia sofreu traumas na região da cabeça, o que pode ter colaborado no comportamento. O professor lembra que em um processo como esse onde pode haver dúvidas sobre as substâncias ingeridas pela ré, a conclusão pode ser pela absolvição.

O parecer médico contratado por Maria Letícia tem repercutido nessa semana não só pelo conteúdo, mas também pela autoria. Quem assina o documento é a médica anestesiologista Susiane do Rocio Brichta – amiga pessoal da vereadora. As duas chegaram a ser sócias de duas empresas entre 2015 e 2019. Além disso, Susiane fez campanha para a amiga durante as eleições municipais de 2016 e teria feito por mais de uma vez doações em dinheiro para a campanha de Maria Letícia. Nos corredores da Câmara, as ligações pessoais da vereadora com a autora do laudo não repercutiram bem e os parlamentares pensam em questionar a parcialidade do documento.

Reportagem: Leonardo Gomes

Avatar

Izabella Machado

Alegações contra presidente da Invest Paraná estão esclarecidas, diz Governo

Alegações contra presidente da Invest Paraná estão esclarecidas, diz Governo

Oposição aponta que José Eduardo Bekin foi condenado por crimes como falsidade ideológica e sonegação

Moro deve ser julgado em abril, define TRE-PR

Moro deve ser julgado em abril, define TRE-PR

Senador é acusado de abuso de poder econômico e pode ter mandato cassado

Moro: Juiz é nomeado e julgamento pode ter data marcada

Moro: Juiz é nomeado e julgamento pode ter data marcada

Nomeação foi publicada no Diário Oficial; Sergio Moro é acusado de abuso de poder econômico

CMC aprova divulgação obrigatória de lista de espera do SUS

CMC aprova divulgação obrigatória de lista de espera do SUS

As listas deverão especificar cada modalidade de consulta, exame e intervenção cirúrgica oferecidos