Museu de Arte Contemporânea passa por obra de restauro

Foto: Kraw Penas/Comunicação SEEC

No Paraná existem cerca de 298 museus, distribuídos em 105 municípios. Os espaços representam 9% do total de museus em todo o País. Em Curitiba estão 91 espaços. Entre os principais estão o Museu Oscar Niemeyer, o Museu de Arte Contemporânea e o Museu Paranaense. O MON é relativamente novo, tem apenas 16 anos e uma estrutura considerada por especialistas exemplar no quesito segurança.

Já o MAC e o MP ainda necessitam de adequações. Segundo a Coordenação do Sistema Estadual de Museus uma obra de restauro será iniciada este ano no Museu de Arte Contemporânea e o Museu Paranaense passou há cerca de 6 anos por uma reforma que adequou a estrutura as condições mínimas para funcionar com segurança sem comprometer o acervo que é considerado o terceiro mais antigo do Brasil.

A professora da Universidade Estadual do Paraná e artista plástica, Juliane Fuganti, participa de exposições e acompanha o trabalho dos principais museus do Estado há 30 anos. Segundo ela, a estrutura do MON não tem problemas e garante a conservação adequada do acervo. No entanto, como integrante da Sociedade dos Amigos do Museus de Arte Contemporânea, ela relata que no MAC a situação é bem diferente.

O Chefe da Coordenação do Sistema Estadual de Museus, Renato Carneiro, explica que depois da tragédia em Santa Maria envolvendo o incêndio da Boate Kiss, há seis anos, vários museus paranaenses passaram por vistorias. O Museu Paranaense foi um deles. O espaço abriga o acervo mais antigo do Paraná e o terceiro mais antigo do País. Renato Carneiro afirma ainda que o MAC também vai passar por uma reforma.

A Secretaria da Cultura do Estado do Paraná (SEEC) foi procurada para comentar a situação dos museus do Estado. Por meio de nota, a secretaria diz que todas as sedes dos espaços seguem as normas de segurança determinadas para locais públicos e de circulação de pessoas. A secretaria também afirma que realiza vistorias periódicas nos museus em relação à segurança.

Todos os espaços também passam constantemente por obras de restauro e adequação e que todos os investimentos, incluindo a manutenção e o custeio dos espaços, fazem parte do orçamento da Secretaria de Estado da Cultura. A Secretaria também alega que tem investido em reformas e melhorias nos museus mantidos por ela. Foram investidos e autorizados investimentos na ordem de R$ 9,3 milhões em obras nos principais Museus do Estado.

Com relação as reformas, nos últimos anos, passaram por por reforma o Museu da Imagem e do Som do Paraná (MIS-PR) e o Museu Paranaense (MP). Já o Museu Alfredo Andersen (MAA) atualmente passa por modernização do espaço, mas está em fase de licitação o projeto de  conversação e restauro.

Reportagem: Felipe Harmata/Juliana Goss

 

 

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*