PolíticaGeral

Vereadora Maria Leticia é intimada pelo Conselho de Ética

Parlamentar é alvo de processo disciplinar após acidente. Ela é ré por desacato e embriaguez

 Vereadora Maria Leticia é intimada pelo Conselho de Ética

Foto: Rodrigo Fonseca/ CMC

A vereadora Maria Leticia (PV), de Curitiba, foi intimada nesta terça-feira (6) pelo Conselho de Ética da Câmara Municipal do processo disciplinar aberto contra ela. A entrega dos documentos e assinatura pela parlamentar foram feitas durante sessão plenária na Casa nesta manhã. Agora, começam a valer os prazos do processo.

A medida foi instaurada para analisar a conduta da parlamentar, que chegou a ser presa em novembro do ano passado após se envolver em um acidente de trânsito. De acordo com a polícia, ela estava dirigindo embriagada e ainda desacatou os militares. Maria Leticia virou ré na Justiça pelos crimes. De acordo com o presidente do Conselho, vereador Dalton Borba (PDT), entre os próximos passos está o depoimento da parlamentar.

O relator será o vereador Professor Euler (MDB) e, o vice-relator, o vereador Rodrigo Reis (União). O prazo para a conclusão do processo, conforme regimento, é de 90 dias úteis a partir da intimação, isto é, a partir desta terça-feira. Contudo, por conta de um decreto federal, a conclusão deve ser feita em 90 dias corridos, como explica Borba.

O relatório final apresentado pelo relator será analisado pelo Conselho. Por conta da indicação de possível quebra de decoro parlamentar, as punições podem chegar até mesmo à cassação da vereadora. Em nota, a defesa da parlamentar Maria Leticia afirmou acreditar que o relator e o vice-relator “conduzirão o processo de forma íntegra”.

Veja mais:

Disse, ainda, ter “integral convicção da ausência de qualquer conduta da vereadora que possa ser considerada quebra de decoro ou que viole os deveres do exercício do cargo” e que “a apuração isenta do caso só poderá resultar na absolvição da parlamentar”. A vereadora nega estar embriagado e ter desacatado os militares. Dias após o acidente, ela afirmou que as situações foram consequência do uso de medicamentos com efeitos colaterais para tratamento de uma doença autoimune.

Reportagem: Bárbara Hammes

Avatar

Izabella Machado

Alegações contra presidente da Invest Paraná estão esclarecidas, diz Governo

Alegações contra presidente da Invest Paraná estão esclarecidas, diz Governo

Oposição aponta que José Eduardo Bekin foi condenado por crimes como falsidade ideológica e sonegação

Moro deve ser julgado em abril, define TRE-PR

Moro deve ser julgado em abril, define TRE-PR

Senador é acusado de abuso de poder econômico e pode ter mandato cassado

Moro: Juiz é nomeado e julgamento pode ter data marcada

Moro: Juiz é nomeado e julgamento pode ter data marcada

Nomeação foi publicada no Diário Oficial; Sergio Moro é acusado de abuso de poder econômico

CMC aprova divulgação obrigatória de lista de espera do SUS

CMC aprova divulgação obrigatória de lista de espera do SUS

As listas deverão especificar cada modalidade de consulta, exame e intervenção cirúrgica oferecidos