ParanáGeral

Acidentes com animais peçonhentos têm alta de 26%

Dados preliminares são do Sinan e mostram tendência de aumento no verão

 Acidentes com animais peçonhentos têm alta de 26%

Foto ilustrativa/Freepik

Dados preliminares apontam uma alta de 26% no número de acidentes com animais peçonhentos no Paraná em 2023. Os dados são na comparação com 2022 e foram extraídos do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), do Ministério da Saúde. Por conta desse aumento, um alerta para cuidados com animais peçonhentos foi emitido nesta semana pela Secretaria de Estado de Saúde no Paraná (Sesa). Os acidentes mais comuns, segundo o órgão, são os com animais como cobras, escorpiões, aranhas, abelhas e lagartas.

Eles também costumam ser mais frequentes nesta época de verão por conta das altas temperaturas, que favorecem a reprodução dos animais, mas também pelo maior fluxo de pessoas em regiões de turismo, como matas e o litoral. De todos os casos registrados no ano passado, 40% deles foram apenas durante a última temporada de verão, que terminou em março de 2023.

Veja mais:

Dos mais de 8 mil, quase metade causados por aranhas, seguidos por acidentes com escorpiões, abelhas e serpentes. Para evitar estas situações, uma das orientações é sempre estar atento antes de vestir roupas e calçados, como explica o biólogo Emanuel Marques da Silva manter cuidados simples fazem toda a diferença para evitar esse tipo de animal.

De acordo com a chefe da Divisão de Vigilância de Zoonoses e Intoxicações da Sesa, Roselane Oliveira de Souza, em caso de acidentes, é preciso buscar atendimento imediato.

O telefone do Ciatox-PR é o 0800 410 148.

Reportagem: Bárbara Hammes

Avatar

Izabella Machado

Temporal causa destruição em Santo Antônio da Platina

Temporal causa destruição em Santo Antônio da Platina

Foram registrados destelhamentos, quedas de árvores e corte de energia elétrica

Universidade Estadual de Ponta Grossa oferta 372 vagas remanescentes

Universidade Estadual de Ponta Grossa oferta 372 vagas remanescentes

As oportunidades são para 20 cursos diferentes, na modalidade presencial