NacionalGeral

Fevereiro Roxo: fibromialgia afeta qualidade de vida dos pacientes

A doença se manifesta, principalmente, em mulheres entre 30 e 55 anos de idade

 Fevereiro Roxo: fibromialgia afeta qualidade de vida dos pacientes

Foto: Freepik

O Fevereiro Roxo é marcado pela conscientização do Lúpus, da Fibromialgia e do Mal de Alzheimer. De acordo com a Sociedade Brasileira de Estudos para a Dor (SBED), cerca de 3% da população do Brasil sofre com dores físicas, intensas, causadas pela fibromialgia. Os sintomas são silenciosos e por isso o diagnóstico não é simples.

Veja mais: Paraná tem mais estabelecimentos religiosos que de saúde


A reumatologista dos Universitário Cajuru e São Marcelino Champagnat, Ana Cristina Boni, explica quais indícios levam à identificação da doença.




O problema para alguns pacientes é justamente essa conversa. A Denise Aparecida dos Santos, de 52 anos, descobriu a fibromialgia há 7 anos e já sofreu preconceito até nos momentos em que foi buscar ajuda.



Por se tratar de uma doença que não tem cura, a especialista aponta os tratamentos mais indicados para amenizar as dores.



Segundo dados da Sociedade Brasileira de Reumatologia, a doença se manifesta, principalmente, em mulheres entre 30 e 55 anos de idade. Por isso, um grupo de quatro estudantes da UFPR (Universidade Federal do Paraná) escolheu como tema de estudo do Trabalho de Conclusão de Curso um tratamento para fibromialgia, exclusivo para amulheres. A estudante de fisioterapia, Stephanie Naira Lenz, conta que o projeto inclui ações educativas sobre saúde.

Para a Denise, o tratamento foi um alívio. Após o diagnóstico da doença, foi a primeira vez que ela sentiu melhora na qualidade de vida.



O projeto ainda está em fase de análise, mas a pesquisadora considera que o mais importante já aconteceu.  


Desde outubro do ano passado, o tratamento de fibromialgia no SUS é garantido por lei.  Em Curitiba, existe um projeto de lei que agrada votação em plenário na Câmara de Vereadores. A proposta da vereadora professora Josete (PT) prevê que órgãos públicos, empresas públicas, empresas concessionárias de serviços público e empresas privadas localizadas deverão oferecer atendimento preferencial às pessoas com fibromialgia. Além disso, o documento pede a inclusão das pessoas com fibromialgia nas filas de atendimento preferencial já destinadas aos idosos, gestantes e pessoas com deficiência.

Reportagem: Francine Lopes, com produção de Giovanna Retcheski e Paula Bulka

Avatar

Francine Lopes

Alta no consumo alerta para alimentos orgânicos falsos

Alta no consumo alerta para alimentos orgânicos falsos

Para ser reconhecido como orgânico, produtor deve atender a requisitos do Ministério da Agricultura

Dengue 2024: Brasil tem mais de um milhão de casos

Dengue 2024: Brasil tem mais de um milhão de casos

Seis estados e o Distrito Federal decretaram situação de emergência

Bolão no Paraná ganha R$ 182,7 mil na Mega-Sena

Bolão no Paraná ganha R$ 182,7 mil na Mega-Sena

Foram sorteadas as dezenas 07 - 20 - 22 - 29 - 41 - 58