Mais da metade das mortes em acidentes de trânsito em Curitiba, no primeiro trimestre, foram de motociclistas

No primeiro trimestre deste ano, 14 pessoas perderam a vida em acidentes de trânsito na capital paranaense e oito são motociclistas. O número pode ser ainda maior já que muitos acidentes não são registrados. No ano passado, foram 20 óbitos, de 47 vítimas no trânsito. Os acidentes entre carros e motos ocorrem principalmente nas regiões centrais e em horário de pico, nas saídas de escolas e trabalho.

A capitã Rafaela Diotalevi, do Corpo de Bombeiros, diz que a maioria das ocorrências que envolvem carro e moto acontece quando os motociclistas usam o espaço entre os carros como uma terceira pista.

O coordenador de obras industriais Claudir Batista teve dois dedos quebrados e uma fratura exposta em um acidente de moto no Contorno Sul. O acidente aconteceu quando tentava fazer uma ultrapassagem. Segundo ele, o que causa o acidente no trânsito são os pontos cegos.

Em acidentes com moto, o motociclista é a principal vítima. Segundo a tenente, a orientação é não tirar o capacete e ligar para o Corpo de Bombeiros imediatamente.

O número do Corpo de Bombeiros para atendimento é o 193.