Motoristas de aplicativos precisarão emitir carteirinha de autorização oficial para trabalhar em Curitiba

Foto: Divulgação / Detran Pr – arquivo

Motoristas de aplicativos de transporte de Curitiba terão que portar uma carteirinha de autorização oficial para realizar o serviço na capital. A determinação está prevista em Decreto Oficial publicado na última terça-feira. A emissão do documento deve ser feita pelo profissional, de forma virtual.

No site da Urbs – Urbanização de Curitiba – o motorista terá que preencher um formulário e disponibilizar cópias de documentos oficiais. Serão exigidos a CNH – Carteira Nacional de Habilitação, o certificado de licenciamento do veículo e certidão negativa de antecedentes criminais. De acordo com o presidente da Urbs, Ogeny Pedro Maia Neto, esse procedimento vai garantir o maior controle do poder público com relação ao serviço na capital.

De acordo com a Urbs, atualmente, 12 mil motoristas trabalham com aplicativos de transporte em Curitiba. Por determinação da administração municipal, veículos com mais de 7 anos não podem ser utilizados para o serviço.

A Setran, Superintendência de Trânsito de Curitiba, e a Guarda Municipal são responsáveis pela fiscalização dos motoristas. Na última terça-feira, taxistas da capital realizaram uma manifestação. Os profissionais cobraram uma vistoria maior do poder público ao serviço de aplicativos de transportes.

O presidente da Urbs garante que há fiscalização. Ogeny Pedro Maia Neto afirma que, para garantir mais competitividade aos taxistas, mudanças foram estabelecidas pelo executivo ao serviço de táxi em Curitiba.

O registro de motoristas de aplicativos no site da Urbs deve começar em 20 dias. A fiscalização deve ter início em 60 dias.

Reportagem: Iara Maggioni/Emanuel Pierin