PF faz operações contra lavagem de dinheiro e prende pessoas ligadas ao megatraficante Cabeça Branca

 PF faz operações contra lavagem de dinheiro e prende pessoas ligadas ao megatraficante Cabeça Branca
Foto: divulgação/PF

Quase cinco anos após prender o megatraficante Luiz Carlos da Rocha, conhecido como “Cabeça Branca”, a Polícia Federal realiza HOJE (3) operações contra familiares dele, suspeitos de lavarem pelo menos QUATRO BILHÕES de reais. As ações são coordenadas pela delegacia de Londrina, no norte do Paraná. São cumpridos 19 mandados de prisão temporária e 39 de busca e apreensão em seis estados da federação, incluindo Paraná, São Paulo, Roraima, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina. Outras sete buscas são conduzidas no Paraguai.

Até o final da manhã haviam sido cumpridos 12 mandados de prisão e 24 de busca e apreensão.

O delegado Daniel Martarelli da Costa explica que são duas ações simultâneas. A Operação Sucessão é um desdobramento direto da ação que prendeu Cabeça Branca em junho de 2017. Na fase de HOJE (3), são cumpridos mandados contra familiares do traficante que o auxiliavam na lavagem do dinheiro. A Operação Fluxo Capital acontece de forma simultânea, com o objetivo de desarticular a quadrilha que, de fato, executava as movimentações financeiras ilegais, com auxílio de contadores, por meio de laranjas e empresas de fachada.

De acordo com a PF, o grupo não se limitava a lavar o dinheiro de “Cabeça Branca”, mas também atuava junto a outros criminosos do Brasil:

O delegado Daniel Martarelli da Costa, da delegacia da Polícia Federal em Londrina, explica que no decorrer das investigações foi descoberto que parte importante da operação acontecia fora do Brasil. Por isso, a partir de informações coletadas por cooperações internacionais, a Justiça autorizou o cumprimento de mandados no Paraguai:

Além dos mandados de prisão temporária e buscas e apreensões, a Polícia Federal também executa sequestro de imóveis e bloqueio de valores em contas bancárias. Os contadores suspeitos de envolvimento nos crimes de lavagem de dinheiro terão as licenças profissionais suspensas, assim como as empresas de fachada supostamente envolvidas no esquema.

No curso das investigações, mais de 12 milhões de reais em espécie foram apreendidos pela Polícia Federal. Durante o cumprimento dos mandados, nesta quinta-feira (3), também foram apreendidos dólares e coleções de relógios de luxo.

Reportagem: Angelo Sfair

Foto: divulgação/PF

Band News Curitiba - 96,3 FM

A BandNews Curitiba está na cidade desde 2006. A emissora caiu no gosto do curitibano e, atualmente, está entre as dez rádios mais ouvidas da cidade.

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

Adolescentes foram retirados do mar conscientes e passam bem