NacionalGeral

Polícia analisa pneus do ônibus de Conrado e Aleksandro

Dupla sertaneja se envolveu em acidente grave no último sábado

 Polícia analisa pneus do ônibus de Conrado e Aleksandro

Foto: Reprodução

Os dois pneus dianteiros do ônibus da dupla Conrado e Aleksandro foram encaminhados para a análise do Instituto de Criminalística, em São Paulo. A suspeita inicial da Polícia Rodoviária Federal é de que o grave acidente que matou Aleksandro e outras cinco pessoas aconteceu porque o pneu esquerdo dianteiro estourou. Com a análise, a polícia deve concluir os laudos periciais. O motorista que conduzia o veículo no acidente pode responder por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. A Polícia Civil investiga a possibilidade de que o veículo estivesse em alta velocidade, o que pode caracterizar imprudência, imperícia ou negligência.

O caso aconteceu no último final de semana, quando a dupla seguia de Tijucas do Sul, na região metropolitana de Curitiba, para São Pedro, em São Paulo. Um vídeo, de uma câmera de segurança de um estabelecimento às margens da rodovia Régis Bittencourt, registra a passagem do ônibus da dupla sertaneja, seguido de um estrondo. O veículo tombou no canteiro central da via, no quilômetro 402, na altura de Miracatu. Outro registro, feito por um motorista, mostra o ônibus em alta velocidade. No entanto, material foi feito a cerca de 50 quilômetros de distância do local do tombamento, além de 45 minutos antes do horário, segundo a Polícia Rodoviária Federal.

Termina nesta quarta-feira (11) o luto oficial de três dias decretado pela prefeitura de Londrina, no norte do Paraná, em respeito à morte de Aleksandro. O artista foi enterrado na segunda-feira (09) no município. O cantor João Vitor Moreira Sales, conhecido como Conrado, apresentou melhora progressiva na função renal e estabilidade no quadro clínico. É isso que diz o boletim médico mais recente, divulgado pela assessoria de imprensa do artista. Conrado segue internado em uma UTI no Hospital Regional de Registro, em São Paulo. Segundo o hospital, o músico foi a primeira pessoa a ser socorrida do ônibus e já passou por duas cirurgias para controlar sangramentos e corrigir fraturas na bacia.

Reportagem: Larissa Biscaia.

Digiqole ad

felipe.costa

Suspeita de aliciar brasileiros presos com drogas na Tailândia é solta

Suspeita de aliciar brasileiros presos com drogas na Tailândia é solta

Camila Raposo Broca pagou a fiança de R$ 2.424 e foi liberada

Teste de saliva é quase tão eficiente quanto swab nasal

Teste de saliva é quase tão eficiente quanto swab nasal

Estudo da UFPR comparou três métodos de testagem para coronavírus

Evento gratuito e online sobre branding é nesta terça-feira

Evento gratuito e online sobre branding é nesta terça-feira

Programação tem a participação de Tim Calkins, da Northwestern Univerity´s Kellogg School of Management