ParanáGeral

Seed investiga vazamento da Prova Paraná

Modelo da avaliação foi compartilhado na internet antes da aplicação

 Seed investiga vazamento da Prova Paraná

Imagem: Reprodução

A Secretaria de Estado da Educação e do Esporte investiga o vazamento de um dos modelos da Prova Paraná. A avaliação, que teve a primeira etapa aplicada nesta quarta-feira (04), busca diagnosticar o nível do ensino na volta da pandemia. Segundo a Secretaria, o teste não será anulado em nenhum colégio.

Esta foi a primeira vez em que o formato presencial foi realizado, desde 2020. O exame avalia todas as disciplinas e é aplicado em cada escola, durante o horário de aula. Quando a prova foi anunciada, o diretor de Educação da secretaria, Roni Miranda, explicou que os resultados serviriam de planejamento para os professores das redes estadual e municipal.

Por meio de nota, a Secretaria afirma que o vazamento não coloca os resultados em risco, por não ser uma prova de desempenho e não valer nota para disciplinas curriculares.

Outras duas etapas do nivelamento acontecem ao longo do ano, após cada trimestre letivo. A prova é destinada a todos os alunos da rede estadual, do sexto ano do fundamental ao terceiro ano do ensino médio. A estimativa é de cerca de um milhão de estudantes participantes. A segunda fase acontece nesta quinta-feira (05).

Reportagem: Larissa Biscaia.

felipe.costa

BR-376: 7 quilômetros de fila em Guaratuba, no sentido Curitiba

BR-376: 7 quilômetros de fila em Guaratuba, no sentido Curitiba

Fila permanecia no trecho da Serra do Mar, no quilômetro 668

Ilha do Mel tem novo trecho liberado para banho

Ilha do Mel tem novo trecho liberado para banho

O ponto foi considerado apto aos banhistas e esportistas, conforme boletim de balneabilidade do IAT

BRs 277 e 376 terão restrições de tráfego no Carnaval

BRs 277 e 376 terão restrições de tráfego no Carnaval

Obras nas rodovias não serão concluídas até o feriado

Ônibus de Curitiba a Campo Largo não adota rota alternativa

Ônibus de Curitiba a Campo Largo não adota rota alternativa

Obras na BR-277, em São Luiz do Purunã, têm causado atrasos no trajeto.