ParanáGeral

Segunda empresa para ponte de Guaratuba é desclassificada

Terceira colocada tem proposta R$ 135 mil mais cara

 Segunda empresa para ponte de Guaratuba é desclassificada

Foto: Arnaldo Alves/Arquivo – AEN

A segunda empresa convocada pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR) para execução da obra da ponte de Guaratuba, no litoral do Paraná, foi considerada inabilitada. Segundo o departamento, a comissão de julgamento avaliou que a empresa não atendia todos os critérios de capacidade operacional e profissional exigidos em edital – mesmo motivo informado para a desclassificação da primeira colocada.

Agora a terceira colocada no edital foi convocada para apresentar documentação. O valor é R$ 135 mil mais caro que a proposta da segunda colocada. Trata-se da empresa OECI S.A, que fez proposta de R$ 386.939.000,00.

Veja também:

O departamento informou que, assim como as duas empresas anteriores, a OECI S.A. deve apresentar planilha de preço e documentos de habilitação. O resultado será divulgado na internet quando estiver pronto.

Segundo o DER, a disputa contou com propostas de seis empresas. A ponte deve ter 1,2 quilômetro e largura útil mínima de 22,6 metros. A previsão é de que a estrutura tenha quatro faixas de 3,6 metros cada, além de duas faixas de segurança de 60 centímetros cada.

Está prevista também a construção de calçadas com ciclovia dos dois lados. A obra também deve envolver o alargamento da PR-412 e a implantação de um retorno sob a ponte para ligação das vias locais e conexão da Estrada do Cabaraquara com Matinhos. Na margem sul, segundo o DER, está prevista uma rótula para ligação do bairro Caieiras, além de implantação de uma alça de acesso à rua Nossa Senhora de Lourdes.

Ao todo, entre ponte e vias de acesso, segundo o departamento, a extensão da obra chega a 3,07 quilômetros. De acordo com o DER, a previsão é de que a execução leve 32 meses: dois para obtenção de licença ambiental, seis para elaboração de projetos e 24 meses para as obras.

Reportagem: Redação.

felipe.costa

Professor do PR é afastado em investigação de importunação sexual

Professor do PR é afastado em investigação de importunação sexual

MP diz que crime contra menina de 14 anos teria sido cometido dentro da sala

BR-476: 10 quilômetros de fila após acidente com rodovia interditada

BR-476: 10 quilômetros de fila após acidente com rodovia interditada

Duas carretas se envolveram em uma colisão frontal. Os motoristas não resistiram

Em 2022, produtos paranaenses foram exportados para 212 países

Em 2022, produtos paranaenses foram exportados para 212 países

O ano passado atingiu a marca de 22 bilhões de dólares comercializados

BR-476: Motoristas morrem em batida de carretas. Rodovia é fechada

BR-476: Motoristas morrem em batida de carretas. Rodovia é fechada

Acidente foi registrado entre Araucária e Contenda, depois do posto da PRF