NacionalGeral

Suspeita de aliciar brasileiros presos na Tailândia é solta

Camila Raposo Broca pagou a fiança de R$ 2.424 e foi liberada

 Suspeita de aliciar brasileiros presos na Tailândia é solta

Imagem: Reprodução

A mulher suspeita de aliciar os três brasileiros que foram presos por tráfico internacional de drogas, no Aeroporto de Bangkok, na Tailândia, foi solta depois de pagar a fiança no valor de dois salários mínimos, ou seja, R$ 2.424. A decisão, tomada na última sexta-feira (20), é da 9ª Vara Federal de Curitiba. Camila Raposo Broca estava presa desde o dia 5 de maio e foi solta no sábado (21). Segundo o documento, não constam antecedentes criminais contra ela. O advogado de Camila, Vinícius Monteiro Schenfeld França, reforça que não há provas que apontem a cliente como culpada pela prisão dos brasileiros.

De acordo com a decisão da Justiça do Paraná, embora a quantidade de entorpecentes apreendidos seja significativa, por enquanto, não há elementos que indiquem que a acusada ocupa uma posição hierárquica relevante no esquema criminoso. Para a Justiça, a liberdade atualmente não representa um perigo à ordem pública. Conforme o documento, a Camila deve comparecer mensalmente à Justiça, para justificar as atividades e manter o endereço atualizado. Além disso, ela é obrigada a comparecer a todos os atos do processo e não se ausentar do local em que mora por mais de 8 dias, sem comunicar ao Juízo. Caso ela descumpra as medidas, um mandado de prisão será expedido. Camila também fica proibida de frequentar aeroportos ou similares, para evitar o risco de novas infrações, conforme o documento.

A Polícia Federal (PF) pretende pedir a extradição dos três brasileiros que estão detidos na Tailândia, para que eles possam responder pelos crimes no Brasil. Eles foram presos com mais de 15 quilos de cocaína. Os investigados, de acordo com a polícia, devem responder por tráfico internacional de drogas e associação criminosa para o tráfico. As penas somadas podem chegar a 25 anos de prisão.

Band News Curitiba - 96,3 FM

Combustíveis: STF busca acordo entre estados e União sobre ICMS

Combustíveis: STF busca acordo entre estados e União sobre ICMS

União se comprometeu a avaliar a proposta dos estados até quarta-feira (29)

Cortes do MEC colocam universidades e institutos federais em risco

Cortes do MEC colocam universidades e institutos federais em risco

O governo federal remanejou 7,2% do orçamento do Ensino Superior para outros gastos