Projeto que cria o auxílio livro será votado na segunda-feira

O polêmico projeto do Tribunal de Justiça do Paraná que cria o auxílio livro para magistrados do TJ será votado na segunda-feira na Assembleia Legislativa do Paraná. O texto prevê que juízes e desembargadores vão poder pedir reembolso de até três mil reais por ano, de gastos que eles tiverem com a compra de livros e softwares. Na justificativa, o TJ alega que os magistrados precisam se atualizar para desempenhar a função de julgar. Os magistrados vão poder comprar mídias online e impressas. Segundo o Tribunal de Justiça, há orçamento disponível para a implantação do benefício, que teve um aparecer favorável em uma consulta feita ao Tribunal de Contas do Paraná.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*