Prorrogada até final de junho vacinação contra dengue em municípios de risco

Representantes de regionais de Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde do Paraná decidiram prorrogar até 29 de junho a vacinação contra a dengue em Paranaguá e em mais 29 municípios paranaenses. A decisão foi tomada em virtude do baixo índice vacinal registrado principalmente no litoral. A campanha estava prevista para terminar no dia 28 de abril.

O objetivo é imunizar 50% do público alvo, que em Paranaguá é de 20.144 pessoas. O balanço preliminar divulgado na semana passada pela Secretaria Municipal de Saúde e Prevenção (Semsap) apontava que a campanha, iniciada em março, só tinha conseguido vacinar 3.642 parnanguaras com a terceira dose, atingindo apenas 18,07% da meta. Foram mais 1.141 vacinas para a segunda dose, totalizando 4.783 pessoas atingidas.

Segundo o secretário estadual da Saúde, Antonio Carlos Nardi, a prorrogação da campanha procura manter a redução da incidência de dengue nos municípios que tinham os mais altos índices de infestação, de doentes e de mortes no Paraná. Nardi diz que a vacinação conseguiu reduzir a incidência, os números de casos clínicos e as mortes, para apenas duas nos últimos dois anos.

No prazo regular da campanha, as doses estavam disponíveis em todas as 19 unidades básicas e também foram disponibilizadas por equipes volantes, em supermercados, empresas e locais com grande movimentação. A prorrogação tem objetivo de vacinar quem já tomou a primeira ou a segunda dose durante as outras etapas das campanhas.

Em Paranaguá e Assaí, o público-alvo da campanha vai de 9 a 44 anos. Nas outras 28 cidades, a população a ser vacinada abrange pessoas de 15 a 27 anos. Até o momento, doze cidades não alcançaram os 50% de cobertura: Porecatu, Foz do Iguaçu, São Miguel do Iguaçu, Marialva, Maringá, Sarandi, Assaí, Cambé, Ibiporã, Mandaguari, Paranaguá e Londrina.

As três últimas têm os piores índices de cobertura de todo Estado, com 15%, 18% e 21%. Os municípios de Santa Terezinha de Itaipu, Boa Vista da Aparecida, Munhoz de Melo, Paiçandu, Santa Fé, São Jorge do Ivaí, Bela Vista do Paraíso, Jataizinho, Sertanópolis, Leópolis, São Sebastião da Amoreira e Maripá imunizaram entre 50% e 70% da população.

Apenas seis cidades atingiram cobertura vacinal superior a 70%: Cruzeiro do Sul (78%), Cambará (77%), Iguaraçu e Itambaracá (75%), Tapira (74%) e Santa Izabel do Ivaí (70%). A imunização só estará completa com as três doses da vacina.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*