ParanáGeral

Após protesto, Governo retira CEP da reorganização administrativa

O Colégio Estadual do Paraná segue como órgão de regime especial

 Após protesto, Governo retira CEP da reorganização administrativa

Foto: Hedeson Alves/Arquivo/SEED – Arquivo

Após um protesto de estudantes, o Governo do Estado retirou o Colégio Estadual do Paraná do projeto que previa uma reorganização da estrutura administrativa.

Veja mais:

De acordo com a proposta original, o CEP deixaria de ser um órgão com regime especial e passaria a integrar a Secretaria de Estado da Educação.

Um dos pontos é que a mudança poderia impactar o orçamento da instituição. Os alunos se reuniram com cartazes em frente à Assembleia Legislativa do Paraná, na terça-feira (22), com gritos como “O CEP é nosso”.

Uma das entidades envolvidas é da União Paranaense dos Estudantes Secundaristas (UPES).

A representante do grupo, Mariana Chagas, defende que os estudantes deveriam ter sido ouvidos sobre o tema.

Junto ao grêmio estudantil, a manifestação foi organizada na noite de segunda-feira (21). Mariana destaca que o CEP poderia perder alguns dos cursos técnicos que oferece.

Com o posicionamento dos estudantes, o Governo do Paraná voltou atrás no projeto. O Colégio Estadual do Paraná segue como órgão de regime especial.

Reportagem: Larissa Biscaia.

felipe.costa

Câmara de Maringá aprova reajuste de 43% para os vereadores

Câmara de Maringá aprova reajuste de 43% para os vereadores

Projeto de lei foi aprovado com 14 votos favoráveis e apenas um contrário

Portos do Paraná registram alta de 2% em 2022

Portos do Paraná registram alta de 2% em 2022

Ao todo, já foram movimentadas mais de 54 milhões de toneladas em 2022

Hospital Erasto Gaertner completa 50 anos

Hospital Erasto Gaertner completa 50 anos

Instituição comemora avanços no combate ao câncer