Ponta da Pita, em Antonina, permanece como o único ponto impróprio para banho no Paraná

(Foto: divulgação/IAP)

O IAP, Instituto Ambiental do Paraná, divulgou hoje (11) o quarto boletim de balneabilidade da temporada. De acordo com as análises, a qualidade das águas no Litoral e no Interior não sofreram alteração desde o primeiro boletim. A Ponta da Pita, em Antonina, segue como único ponto impróprio, além dos rios, canais e galerias permanentemente impróprios.

A diretora de Monitoramento Ambiental e Controle da Poluição do IAP, Ivonete Coelho Chaves, explica que as condições marítimas da Ponta da Pita influenciam o acúmulo de esgoto no local.

O veranista pode se orientar de acordo com as bandeiras na orla das praias, nos rios e nos reservatórios, que indicam se os locais estão próprios ou impróprios para banho.

A sinalização aponta a condição da água a 100 metros à direita e à esquerda de cada bandeira. A cor vermelha indica que a água não é recomendada e a azul que a região está própria para banho.