ParanáGeral

Safra de café no Paraná sofre com excesso de chuvas

Deral calcula redução de 40% na safra 2022

 Safra de café no Paraná sofre com excesso de chuvas

Foto: José Fernando Ogura/AEN

A colheita do café no Paraná deve ser prejudicada em 40% na safra 2022 por causa das chuvas. Com a colheita encerrada em outubro, o Departamento de Economia Rural (Deral) calcula que os produtores retirem aproximadamente 498 mil sacas na safra deste ano. Em 2021, foram 841 mil sacas colhidas. A área cafeeira também registrou perda de 17,3%, enquanto a produtividade média reduziu em 28,4%.

Veja mais:

Esse é um dos dados da Previsão Subjetiva de Safra (PSS) apresentada nesta quinta-feira (01). A previsão também traz informações sobre a finalização do plantio de milho e soja e do término de colheita do trigo. De acordo com o economista Paulo Sergio Franzini, analista de café no Deral, as variações do tempo foram as principais responsáveis pelo impacto na cultura.

Os dados apontam que, em novembro, houve um pequeno reajuste de área para a safra de milho em comparação com o mês anterior, passando de 400 mil para 395 mil hectares. A expectativa de produção está em 3,8 milhões de toneladas. O analista da cultura, Edmar Gervásio, destaca o volume de chuvas como um fator negativo para o plantio.

Já a safra de soja deve ter aumento de 1,2% em relação à anterior, com produção de 21,5 milhões de toneladas. O trigo já está quase totalmente colhido no Paraná, restando cerca de 2% da área, especialmente na região de Guarapuava, que sofreu mais com as chuvas. O prognóstico é que o produto perca em qualidade e produtividade.

A cevada está com a colheita totalmente terminada e com cerca de 90% padrão cervejeiro – a maior cotação qualitativa – nos dois principais núcleos de produção, Guarapuava e Ponta Grossa. Em termos de área plantada, o Estado acresceu 10 mil hectares para a safra que se encerra, com produção de 344,2 mil toneladas – 16% a mais que no ano passado – em 84,3 mil hectares.

A safra das águas de feijão também está com o plantio praticamente encerrado no Paraná. O Deral projeta redução de 242 mil toneladas, previstas em outubro, para 230 mil toneladas, além de queda na qualidade.

Reportagem: Ana Flavia Silva

jully.mendes

BR-277: Tempo médio de viagem até Paranaguá fica em 1h14min

BR-277: Tempo médio de viagem até Paranaguá fica em 1h14min

Permanece o desvio operacional no quilômetro 42, em Morretes

BR-277: 7 quilômetros de fila em Morretes, no sentido Curitiba

BR-277: 7 quilômetros de fila em Morretes, no sentido Curitiba

Na Serra do Mar, permanece o desvio operacional, após o deslizamento de terra

Nota Paraná devolve R$ 23 milhões em créditos

Nota Paraná devolve R$ 23 milhões em créditos

Os contribuintes concorrem a prêmios de R$ 10 a R$ 1 milhão