3º DP investiga acusação de espancamento no James

O suposto caso de espancamento envolvendo um cliente do James Bar na madrugada do último domingo está sendo investigado pelo terceiro distrito policial de Curitiba. A família de um jovem de 18 anos acusa os seguranças do local de terem causado uma lesão grave na perna do jovem, que permanece internado na UTI de um hospital particular de Curitiba. Ontem à noite ele passou por mais uma cirurgia, e de acordo com a família está mantido o risco de amputamento da perna. O advogado de defesa do bar, Eduard Castro, sustenta que o jovem teria se machucado enquanto corria dos seguranças. Ele afirma que 100 pesssoas que estavam na fila confirmam essa versão. Já o advogado de defesa da família do jovem afirma que os seguranças teriam aplicado um golpe conhecido como mata leão no cliente. O pai do jovem foi procurado pela reportagem, e apenas confirmou que o estado do jovem é gravíssimo. Os advogados de defesa do James devem encaminhar as imagens das câmeras de segurança do local amanhã de manhã à delegacia que cuida do caso.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*