A CPMI da Violência contra a Mulher no Brasil vêm até o Paraná

Uma reunião vai acontecer em Curitiba para debater o tema já que o Estado é o terceiro com o maior índice de homicídios femininos. O objetivo é criar políticas públicas de enfrentamento a este problema no Estado. A deputada federal Rosane Ferreira (PV-PR), que integra a CPMI, afirma que a reunião abre os olhos do governo nacional para os problemas no Paraná e que a educação sobre o tema deve mudar.

Em uma lista com 87 países, o Brasil está na sétima colocação no registro de ocorrências de violência contra a mulher. A cada duas horas uma mulher é morta no País. No Paraná a taxa é de cerca de 6 mulheres assassinadas para cada grupo de 100 mil mulheres. Os maiores índices são encontrados no Espírito Santo e Alagoas. A reunião da CPMI vai acontecer até junho, data exata e local ainda serão definidos. Toda mulher que sofrer ameaças ou qualquer tipo de violência deve procurar a Delegacia da Mulher. Ela fica na Rua Padre Antônio, 33 no Centro. Próximo ao Colégio Estadual do Paraná. O telefone é (41) 3219-8600.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*