Barbosa Neto se defende na Comissão Processante da Câmara de Londrina

O prefeito de Londrina Homero Barbosa Neto (PDT) prestou depoimento ontem à Comissão Processante da Centronic na Câmara Municipal. A Comissão estuda a cassação do prefeito Barbosa Neto por supostamente ter usado dois vigiais contratados pela Prefeitura para atuar na rádio da família dele. Os advogados do prefeito sustentam que o prefeito estava afastado de suas funções na rádio e desconhecia a permuta feita entre a Prefeitura e o setor de publicidade da rádio para a troca de serviços por espaço publicitário. De acordo com o presidente da Comissão Processante de Londrina, vereador Roberto Kanashiro (PSDB), foi dado um novo prazo de uma semana para que a Prefeitura envie documentos que faltam ser analisados pela Processante.

Até agora, com os depoimentos que foram colhidos, não existe como dizer se existe dolo (ou seja, culpa) do prefeito na contratação irregular dos vigias ou não.

O relatório final da Comissão Processante precisa ser votado em plenário até o dia 5 de julho, para ter validade. A previsão é que ele seja entregue antes do prazo regulamentar.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*