Comissão ouve candidatos a conselheiro do TC

Uma comissão especial ouviu hoje pela manhã os dois candidatos ao cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado. O secretário chefe da Casa Civil, Durval Amaral disputa com o auditor do TCE Cláudio Augusto Canha. A comissão é formada pelo presidente Elio Rush, o relator Caíto Quintana, além dos deputados Cezar Silvestre, Enio Verri, que foi substituído hoje por Elton Welter e Ney Leprevost. O objetivo é avaliar a capacidade técnica dos candidatos. Se aprovados, terão direito a uma fala no plenário da Assembleia e em seguida os deputados votam e elegem o conselheiro. Durval Amaral relatou que ele não pode ser considerado um candidato político, já que ocupou vários cargos técnicos na área.   Já Cláudio Augusto Canha acredita que o conhecimento técnico é o mais importante para conquistar a caga, e espera que o poder político do concorrente não atrapalhe na votação. O presidente da comissão, Elio Rush relata que o procedimento das entrevistas é normal e acontece sempre. Assim como as polêmicas, já que é um cargo muito disputado. Um pedido de impugnação de candidatura foi apresentado.  Na última eleição para o cargo 17 pessoas concorreram. Ivan Bonilha foi eleito para o Tribunal. Ele substituiu Maurício Requião que assumiu em 2008, mas foi afastado pelo Supremo Tribunal Federal. O cargo é vitalício e o salário é de mais de 24 mil reais.

 

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*