Governo não deve rever aposentadoria de ex-governadores e viúvas

O governo do Paraná não tem meios jurídicos para cortar as aposentadorias de ex-governadores e viúvas de ex-governadores que estiveram no poder antes da Constituição de 1988. Esta é a avaliação do governador Beto Richa, que falou sobre o assunto hoje. Ontem o deputado Professor Lemos, do PT, protocolou um pedido de suspensão do benefício de 24 mil reais. A aposentadoria vitalícia é paga a quatro ex-governadores e quatro viúvas. O gasto mensal do governo é de 192 mil reais. Entre as beneficiárias está a mãe de Beto Richa, Arlete Richa, viúva do ex-governador José Richa. Beto Richa disse que ainda é preciso analisar a questão, mas alega que não há como modificar benefícios anteriores à Constituição.

O governo do Estado tem o prazo de 60 dias para encaminhar uma resposta ao deputado Professor Lemos.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*