Hoje é julgado um dos acusados da morte de Bruno Strobel Coelho

O julgamento de um dos acusados da morte do estudante Bruno Strobel Coelho é realizado hoje na Câmara Municipal de Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba. O réu é Eliandro Luiz Marconcini, um dos ex-funcionários da empresa de segurança Centronic. Ele está preso desde 2010 e responde pelos crimes de formação de quadrilha, tortura, homicídio qualificado e ocultação de cadáver. Bruno Strobel foi morto por funcionários da Centronic em 2007, depois de ser flagrado pichando muros no bairro Alto da Glória, aqui em Curitiba. Ele foi torturado e morreu com um tiro na cabeça. O corpo foi encontrado em um matagal próximo a Rodovia dos Minérios, em Almirante Tamandaré. De acordo com o advogado da família de Bruno, Rafael Fabrício de Melo, sete testemunhas de acusação vão ser ouvidas para confirmar a participação de Eliandro na morte do jovem.

Ao todo, sete pessoas são acusadas de participar do crime. Dois réus já foram condenados pela Justiça a 23 e 13 anos de prisão em regime fechado. O advogado acredita que as provas apresentadas nesses julgamentos podem ajudar no júri de hoje.

A previsão é que o julgamento dure o dia todo e a sentença só seja anunciada no final da noite de hoje

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*