Justiça aceita denúncia contra professor suspeito de estupro em Londrina

(Foto: divulgação / Polícia Civil)

A Justiça aceitou ontem (quinta, 14) a denúncia contra um professor suspeito de estuprar duas meninas de cinco anos. O crime aconteceu em Londrina, no início deste mês, em uma escola particular da cidade, no norte do estado.

Mesmo com a aceitação das denúncias, o Ministério Público, que acompanha as investigações junto com a Polícia Civil, vai buscar mais detalhes sobre o caso. Existem suspeitas de que o professor teria abusado também de outras três crianças. As investigações começaram após denúncias de pais dos alunos.

O suspeito não teria, a princípio, feito relações sexuais com as vítimas. Ele cometia atos libidinosos, como toques em regiões genitais, conforme informações da Polícia Civil. Mesmo assim, as ações do professor já caracterizam estupro de vulnerável, conforme a denúncia.

A polícia já ouviu testemunhas e faz a perícia no celular e no computador do professor, além da análise das imagens de câmeras de segurança do colégio. O homem tem 27 anos, ministrava aulas de Educação Física na escola e está preso preventivamente desde agosto em uma carceragem do setor de isolamento de um presídio da cidade.

Ele não tem passagens pela polícia e conseguiu uma liminar para responder ao processo em liberdade, depois que as vítimas prestarem depoimento.

O crime de estupro de vulnerável é descrito como ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 anos. A pena é de prisão de oito a 15 anos. De acordo com a Polícia Civil, as investigações acontecem em sigilo para evitar a exposição das vítimas e famílias.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*