Odilon Wolkmann será investigado pela Comissão de Ética da Câmara Municipal

A Comissão de Ética da Câmara Municipal começa a investigar esta semana supostas irregularidades cometidas pelo vereador Odilon Wolkmann (PSDB) com o cartão qualidade da Prefeitura de Curitiba. No ano passado, ele foi acusado de simular compras no mercado e cobrar 10% para trocar os créditos do cartão por dinheiro. De acordo com o vereador Jorge Yamakawi, também do PSDB, a comissão pedirá a fita que comprovaria irregularidades e deverá ter um desfecho das investigações ainda neste ano.

Ontem, os vereadores apresentaram o relatório final da apuração de suposta prática de nepotismo adotada pelo vereador Odilon Volkmann, que resolveu dar uma advertência ao parlamentar – que havia contratado a namorada para o cargo de assessora parlamentar. A assessora foi demitida em agosto do ano passado. Procurado pela reportagem, o vereador tucano informou – através da assessoria de imprensa – que não irá se pronunciar sobre as investigações do Conselho de Ética da Câmara Municipal.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*