Prefeito de Carambeí pode ser cassado

Vereadores de Carambeí decidem hoje se cassam o mandato do prefeito Osmar Rickli, do PSDB. O relatório final da Comissão Parlamentar Processante (CPP) está sendo lido desde cedo e será votado. O relatório contém cerca de mil páginas e aponta que houve “desrespeito por parte do Poder Executivo em relação à autonomia do Poder Legislativo”. A CPP teve origem a partir de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), instaurada em 2011, depois que vereadores receberam denúncia de que a Prefeitura estaria realizando pagamentos, em excesso, de horas extras para um determinado grupo de servidores. A sessão será aberta ao público. Em nota oficial, o prefeito diz que a Comissão Processante é uma tentativa de golpe político eleitoral. O prefeito também frisou que irá buscar medidas judiciais a fim de evitar que seja levado adiante o que ele chamou de conspiração.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*