Adolescentes ficam feridos em troca de tiros com militares em Guaíra

Dois adolescentes foram baleados e uma pessoa foi presa em um confronto com militares do Exército em Guaíra, no Oeste do Paraná. O tiroteio aconteceu na noite desta terça-feira, em uma operação na faixa de fronteira entre Porto Capim e Porto Cascalho, no Distrito de Doutor Oliveira Castro. Os feridos e o preso são suspeitos de integrar uma quadrilha de contrabando de cigarros.

O tiroteio começou quando integrantes do grupo reagiram à ordem para que parassem o caminhão em que estavam e que transportava mercadorias trazidas do Paraguai. Uma parte dos suspeitos conseguiu fugir por uma área de mata. Um dos adolescentes feridos com maior gravidade foi levado pelos militares à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município de Guaíra.

Segundo informações da 15.ª Brigada de Infantaria Mecanizada, ele está consciente e tem o quadro estável. O outro ferido, com menor gravidade, também recebeu atendimento médico. Um Inquérito Policial Militar vai ser instaurado pelo Exército para apurar a situação. Uma Lei Complementar (n.º 117) de 2004 autoriza o uso da Força Terrestre em operações preventivas e repressivas na faixa de fronteira.

Reportagem: Lenise Klenk

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*