Curitiba registra quase um assassinato por dia

(Foto: divulgação / EBC)

Curitiba tem quase um homicídio por dia. De janeiro a junho foram 176 assassinatos registrados na capital paranaense: uma média de 29,3 casos por mês. Apesar disso, o número é quase 25% menor do que o registrado no mesmo período do ano passado, quando 234 pessoas foram assassinadas na cidade.

Para a polícia, a diminuição dos índices se deu devido à integração entre as forças de segurança. Outro fator essencial para isso foi a participação da população, que fez mais de 500 denúncias desde setembro do último ano.

É o que relata o delegado da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Fábio Amaro.

Nos primeiros seis meses deste ano, 60 suspeitos de homicídios foram presos. O delegado-geral da Polícia Civil, Júlio Reis, destaca que a diminuição das ocorrências, se comparado o primeiro semestre de 2017 com o de 2010, é superior a 50%. Isso porque, naquele período, foram registrados 404 assassinatos.

Apesar da redução, o índice de homicídios em Curitiba ainda é considerado alto. A média é de 18 mortes para cada grupo de 100 mil habitantes. O número está bem acima do que a Organização Mundial da Saúde (OMS) estima para classificar uma situação epidêmica de assassinatos. Para a OMS, a epidemia de homicídios se estabelece na faixa de 10 mortes para cada 100 mil habitantes.